FAQ - Sementes de Portugal
8200
page,page-id-8200,page-template-default,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-3.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.10,vc_responsive
 

FAQ

As sementes têm garantia de germinação?

Todas as sementes que disponibilizamos pertencem a lotes de sementes cuja germinação foi previamente testada por nós ou por laboratórios que contratamos. Apenas comercializamos sementes se esses resultados forem satisfatórios.

Mas é possível, por uma razão ou por outra, que os resultados alcançados não sejam satisfatórios. Nesse caso e porque para nós é muito importante que quem semeie as nossas sementes fique mesmo satisfeito, solicitamos que entrem em contacto connosco enviando-nos uma mensagem por email: info@sementesdeportugal.pt.

Se for necessário, procedemos ao envio de novas sementes, sem custos e com novas dicas adaptadas a cada situação concreta!

Para germinarem as sementes necessitam de algum pré-tratamento?

Existem de facto sementes cuja germinação exige, para melhores resultados, pré-tratamentos que simulam o que acontece na Natureza para que a sua dormência seja quebrada. A estratificação e a escarificação de sementes duras são dois exemplos dessas técnicas.

Todavia, a quase totalidade das sementes que disponibilizamos não necessita de qualquer pré-tratamento, pois um dos nossos cuidados foi o de seleccionar espécies cujas sementes germinem facilmente.

Sempre que for necessário algum cuidado especial indicamo-lo nas instruções de sementeira. No medronheiro, por exemplo, sugerimos que se simule o Inverno guardando durante algum tempo as sementes no frigorífico.  Ao semearem-se depois num vaso, a mudança súbita de temperatura provoca um choque térmico que proporciona uma melhor germinação.

Qual a melhor altura para semear?

Se dispusermos de um ambiente controlado, qualquer altura é uma boa altura para semear em vaso ou tabuleiro. Basta garantir que existe uma temperatura a rondar os 20º C., luz e humidade q.b. para que a maior parte das sementes germine.

Mas como nem todos dispomos dessas condições, existem duas alturas do ano em que qualquer um de nós pode germinar sementes em sua casa, na varanda, na marquise ou no peitoril da janela. No fim do Inverno/Início da Primavera, o que no nosso país corresponde as meses de Março a Abril-Maio, e no Outono, desde meados de Setembro a meados de Dezembro.

Podemos semear directamente na terra?

Podemos. Porém, a menos que seja um canteiro bem delimitado, não aconselhamos. Para a grande parte das sementes das espécies que disponibilizamos a nossa sugestão é que a sementeira seja efectuada em vaso ou em tabuleiro.

Dessa forma, além de podermos acompanhar de perto a germinação, garantimos um maior número de jovens plantas. Assim que estas já tiverem a robustez suficiente podem ser transplantadas para vasos maiores ou para os lugares definitivos.

As papoilas e as misturas de prados floridos são as únicas em que a sementeira deve ser efectuada nos locais definitivos.

Como semear um prado florido?

Semear um dos nosso prados floridos não é muito diferente de semear um tradicional relvado. Com uma diferença: Não é necessária tanta manutenção e é muito mais bonito!

O que aconselhamos para que melhores resultados sejam obtidos é:

1º Se necessário, limpar bem o terreno e revolver a terra a uma profundidade de 20-30 cm.

2º Misturar bem a base de gramíneas com a mistura de flores. Para melhores resultados misture porções das sementes com substracto num balde de 5-10 litros. Dessa forma garante-se uma mistura mais homógena das sementes facilitando o processo de as lançar à mão na área a semear.

3º Cobrir as sementes com terra (0,5 cm) espalhando terra sobre elas ou utilizando um ansinho para o efeito.

4º Embora não seja necessário, pode preferir compactar a área semeada por forma a que o terreno fique regular. Nesse caso pode utilizar um rolo compactador de jardim.

5º Regar de forma abundante!

6º  Se aparecerem muitos pássaros são aconselhadas algumas medidas para os afugentar, caso contrario comerão algumas sementes. espalhar palha por cima, uma rede ou outras estratégias tradicionais para os “afugentar” são geralmente boas soluções.

Semeei um prado florido. Que cuidados devo ter?

As nossas misturas de prados floridos são concebidas por forma a poderem ser utilizadas em quase todos os tipo de solo e condições. As regas devem todavia ser ajustadas em cada situação concreta e em função da maior ou menor exposição solar.

Por forma a que todas as espécies de plantas/flores possam desenvolver-se não deve ser aparado.

No fim do Verão, início do Outono é aconselhável remover eventuais plantas secas, aparar ou utilizar um corta-relva. Mas garantindo que as sementes ficam sobe o solo e que o prado se renova por auto-sementeira.

Para melhores resultados, sugerimos também que nessa altura (final do Verão – início do Outono) seja utilize um escarificador de relva para garantir que as sementes voltem a germinar.